Marion Maréchal: A Europa é “uma colónia digital dos EUA, uma colónia económica da China e uma colónia demográfica de África”.

Marion Maréchal sintetizou, num debate organizado pelo Le Figaro, a condição da Europa e dos europeus, que parecem aceitar passiva e alegremente o processo de colonização cultural, tecnológica e demográfica a que estão a ser submetidos

Oficial da CIA diz que o FBI levou Alex Jones à ruína e fala de 20 agentes infiltrados no motim de 6 de Janeiro.

Gavin O'Blennis, o fanfarrão analista da CIA e ex-agente do FBI, tem muito para dizer: Que "pode pôr qualquer um na cadeia", que arruinou Alex Jones, que espia os cidadãos americanos por posts que publicam na web e muito mais.

O Protetor da Democracia ou o Predador da Liberdade?

Marcos Paulo Candeloro acusa Alexandre de Moraes de se tornar mais um agente do caos do que um guardião da justiça, desrespeitando o processo legal e manchando a reputação de uma instituição que supostamente deveria defender.

Biden institui regra para impedir Trump de demitir comissários do regime.

O regime Biden anunciou uma regra que procura impedir a remoção de certos funcionários federais dos cargos politicamente sensíveis. Mais uma tentativa de bloquear o poder executivo de Trump, caso seja eleito em Novembro.

A rezar pelo apocalipse: Secretário de Estado norte-americano insiste que “a Ucrânia será membro da NATO”.

Numa conferência para celebrar o 75º aniversário da NATO, o Secretário de Estado norte-americano Anthony Blinken afirmou que a Ucrânia irá aderir à aliança atlântica. Mas como é que isso pode acontecer, considerando o que se passa na frente de guerra?

Tribunal de Washington condena septuagenária por ter passeado pelo Capitólio durante 10 minutos, a 6 de Janeiro de 2021.

Depois de ser acusada pelo Departamento de Justiça do regime Biden, uma bisavó de 71 anos pode ser encarcerada durante 1 ano porque passeou pelo Capitólio por alguns minutos, a 6 de janeiro de 2021.

Alexandre de Moraes pode acabar com a liberdade de expressão, e com a democracia constitucional, no Brasil.

No Brasil, trava-se uma decisiva batalha pela liberdade de expressão, dada a recusa de Elon Musk em bloquear contas no X de que o juiz Alexandre Moraes não gosta. Considerando que se trata do primeiro país da língua portuguesa, é esse património que está sob ataque cerrado.

Tucker Carlson entrevistou cidadão americano que enfrenta uma pena de prisão de 11 anos por ter rezado numa clínica de aborto.

Uma unidade do FBI armada até aos dentes, entrou em casa de Paul Vaughn para o prender, pela actividade terrorista de ser um cristão convicto. O regime Biden não perdoa àqueles que reconhecem que existe um poder superior ao que está instalado no pântano de Washington.

Coitadinho do crocodilo: Líder do governo escocês queixa-se de ser vítima de racismo.

Humza Yousaf, que apesar de ser tão escocês como um paquistanês pode ser, chegou ao mais alto cargo político do país, diz-se vítima de racismo e justificou as suas fascistas leis sobre o discurso com um graffitti que o trata como ele merece.

Jill Biden compara oposição à pornografia gay nas escolas ao nazismo.

No débil raciocínio de Jill Biden, não há democracia sem pornografia gay nas escolas. E aqueles que se opõem a que os seus filhos seja sujeitos a essa barbaridade são como os nazis que queimavam livros para entreter o tédio.

Supremo Tribunal de Washington declara o exame de barra ‘racista’, anulando a sua obrigatoriedade para o exercício da advocacia.

Porque o tradicional exame de barra é "racista", o Supremo Tribunal de Washington decidiu abrir novos e facilitistas caminhos para o exercício da advocacia. Em nome da diversidade, há que baixar os critérios de exigência até à disfunção de tudo.

EUA: só em 2024, 2 milhões de pessoas sem documento de identificação válido registaram-se para votar em 3 estados decisivos.

O número de pessoas que se registam para votar sem um documento de identificação válido com fotografia está a aumentar em três estados críticos para a eleição de 2024, alimentando novas preocupações sobre a integridade eleitoral nos EUA.

A CIA interferiu na investigação a Hunter Biden, impedindo o depoimento de várias testemunhas de acusação.

De acordo com um depoimento prestado ao Comité Judicial da Câmara dos Representantes, a CIA impediu os funcionários do fisco e do Departamento de Justiça de entrevistar várias testemunhas durante a investigação original sobre Hunter Biden.

Polícia escocesa vai parar de investigar crimes violentos enquanto aplica nova lei que criminaliza o discurso.

Enquanto se prepara para investigar todas as denúncias que irá receber ao abrigo da nova e draconiana Lei dos Crimes de Ódio, a Polícia Escocesa admite que vai deixar de investigar outros crimes, como os de furto e danos materiais.

Não é comédia: Trudeau vai gastar 8,4 milhões de dólares para estudar o “declínio da democracia”.

Justin Trudeau cedeu à curiosidade nepotista e vai gastar uma pipa de massa para investigar a forma como as alterações climáticas geram tiranos como ele. Advertência: este artigo espoleta uma média de cinco explosões de ironia por parágrafo.

Biden declara o Domingo de Páscoa “Dia da Visibilidade Transgénero”.

O Presidente Joe Biden proclamou o dia 31 de Março de 2024, Domingo de Páscoa, como o "Dia da Visibilidade Transgénero". A proclamação e a sua retórica parecem ter sido intencionalmente concebidas para ofender os cristãos.

Agência de saúde alemã sabia que os confinamentos eram mais danosos do que a Covid, mas ocultou a informação do público.

O Instituto Robert Koch sabia que os confinamentos iriam causar mais danos do que a própria Covid e que a eficácia das máscaras carecia de provas científicas. Ainda assim, ocultou a informação do público e seguiu em frente com o fascismo sanitário.

Município de Nova Iorque apela ao supremo tribunal para permitir que os não cidadãos votem.

Confirmando a teoria da conspiração que sugere que a imigração em massa serve para alterar os equilíbrios eleitorais da federação americana, o município de Nova Iorque apelou ao mais alto tribunal do estado para permitir o voto de não cidadãos.

Vladimir Putin: Ataque à NATO é um “disparate” e a Rússia não tem “nações hostis”, apenas “elites hostis”.

Durante uma visita à região de Tver, o Presidente russo afirmou que o alarmismo das elites globalistas sobre a ameaça de uma invasão russa na Europa é um embuste e que não está disponível para cancelar a cultura europeia como no Ocidente estão a cancelar a cultura russa.

Sondagem prevê derrota total dos conservadores britânicos nas próximas eleições.

Uma recente sondagem sugere que o Partido Conservador perderá as eleições gerais deste ano por uma margem muito maior do que a esperada. O fracasso em conter a imigração é o primeiro motivo da debandada do eleitorado tory. Mas há mais motivos.

Juiz federal confirma lei de Washington: imigrantes ilegais podem votar em eleições municipais.

Um juiz federal decretou que imigrantes ilegais podem votar nas eleições municipais de Washington. Confirma-se assim a teoria da conspiração que sugere que a imigração em massa serve para alterar os equilíbrios eleitorais da federação americana.

EUA: Maioria Republicana na Câmara dos Representantes pode cair antes das eleições de Novembro.

Não satisfeitos com uma curta e periclitante maioria na Câmara dos Representantes, os republicanos estão na iminência de a entregar aos democratas, antes que o mandato termine. Será a primeira vez que tal coisa acontece na história do Capitólio.

Para além de Pinóquio: Joe Biden continua a afirmar que circum-navegou o planeta com Xi Jinping.

Joe Biden não consegue parar de contar a história falsa de ter dado a volta ao mundo com Xi Jinping. Mas mesmo que a ficção fosse real, por que raio tanto se orgulha o presidente dos EUA de fazer milhares de quilómetros na companhia do ditador chinês?

Juíza nomeada por Obama decreta que imigrantes ilegais têm direito a porte de arma.

Os mesmos democratas que desafiam a Segunda Emenda e querem desarmar os cidadãos americanos, decidem que os cidadãos estrangeiros têm todo o direito de usar armas, mesmo que tenham entrado ilegalmente no território dos EUA. É espantoso.

Acreditem ou não: Regime Biden exige que profissionais do sexo transmitam livremente o HIV.

É difícil de acreditar, mas o Departamento de Justiça do regime Biden está envolvido numa guerra legal com o Tennessee por causa de uma lei estadual que criminaliza a prostituição por indivíduos que sabem ser portadores do vírus da imunodeficiência.

Alemanha: Conselho de Ética recomenda “Restrição das liberdades” para combater as alterações climáticas.

O Conselho de Ética que assessoria o governo alemão propõe cercear a liberdade de consumo e a autonomia de movimentos dos cidadãos, de forma a fazer frente ao apocalipse climático e afirmar uma estranha justiça social. Para 'salvar o planeta', o fascismo justifica-se.

Escócia: Polícia está a ser treinada para perseguir comediantes ao abrigo das leis sobre o discurso de ódio.

Na Escócia, a polícia está a ser treinada para perseguir o humor e a performance dramática, e alguém que partilhe um clip de Ricky Gervais com uma piada sobre o movimento LGBT, por exemplo, pode acabar na prisão.

A Google interfere nas eleições americanas desde 2008, tendo desviado 2,5 milhões de votos para os democratas.

A Google interferiu 41 vezes nos últimos quatro ciclos eleitorais para ajudar os democratas, segundo um relatório do Media Research Center. A escala da manipulação pode ter alterado decisivamente os resultados das presidenciais de 2020.

Governo de Rishi Sunak gasta 100 milhões de libras em segurança para islamitas.

Em plena recessão e num momento em que a comunidade judaica no Reino Unido é regularmente atacada por radicais islamitas, o governo "conservador" de Rishi Sunak decidiu gastar 100 milhões de libras para proteger os muçulmanos de imaginárias ameaças.

Macron: “Tanto quanto fui informado, Trump não será Presidente.”

Emmanuel Macron disse na quinta-feira: "Tanto quanto fui informado, acho que Donald Trump não será Presidente dos Estados Unidos." Como é que ele sabe? E por quem é que foi informado? As eleições presidenciais nos EUA já estão decididas?

Tirar Trump do contexto: A farsa do “banho de sangue”.

É evidente que Trump falou de "banho de sangue" a propósito da pressão chinesa sobre a indústria automóvel americana, mas a imprensa corporativa e o aparelho democrata tiraram as palavras do contexto para o acusar de violência política. É o vale tudo da praxis globalista.

Oposição a terapias genéticas é agora um crime em França, punível com multa exorbitante e 3 anos de prisão.

Tirania sanitária: O regime Macron aprovou uma lei draconiana, que prevê multas de 45.000 euros e penas de 3 anos de prisão para os cidadãos da república que se manifestem contra as terapias mRNA mandatadas pelo estado.

EUA: base de dados corporativa cadastra cidadãos com convicções políticas “erradas”.

Uma base de dados criada pelo governo federal e corporações do sector privado regista os comportamentos de consumo e as convicções políticas dos cidadãos americanos, de forma a detectar "extremistas violentos", ou seja: pessoas com "opiniões erradas".

França é o primeiro país no mundo a consagrar o aborto como um direito constitucional.

Pioneiros no caminho para a distopia: enquanto a França é o primeiro país no mundo a consagrar constitucionalmente o "direito" ao aborto, a cidade de Frankfurt é a primeira urbe alemã a celebrar o Ramadão.

‘Salvar a democracia’: 57% dos democratas querem que o Congresso recuse a certificação das eleições, se Trump ganhar.

Uma sondagem da Rasmussen revela que dois terços dos democratas americanos acham que uma eventual vitória de Trump nas eleições de Novembro não deve ser certificada pelo Congresso. Os EUA são uma guerra civil à espera de acontecer.

Tirania Satânica do Canadá: Regime Trudeau está a eutanasiar pessoas pelo facto de serem pobres.

No inferno em que se transformou o Canadá - um dos países mais ricos do mundo - o estado está a financiar a eutanásia de cidadãos saudáveis pelo facto de serem pobres. A seguir, vão começar a matar deficientes mentais. E depois, adolescentes. Daqui a uns anos, crianças.

Estados Soviéticos da América: Regime Biden prende 93 dissidentes em apenas 2 meses.

Nos últimos 2 meses, o Departamento de Justiça do regime Biden encarcerou 93 pessoas por acusações de insurreição relacionadas com o motim do Capitólio, a 6 de Janeiro de 2021. Cerca de 1.400 cidadãos dos EUA estão agora presos por dissidência política.

No go zones: Deputado britânico denuncia bairros inteiramente dominados por islamitas em Londres e Birmingham.

Apesar das evidências em contrário, os líderes "conservadores" recusam a existência de áreas urbanas interditas a brancos e à lei e cultura inglesas nas principais cidades do Reino Unido. Porque o regime que serve sua majestade o rei WEF, é o do Unipartido.

EUA: Discurso de Biden sobre o estado da União “foi o mais sombrio e anti-americano de sempre”.

Para além dos conflitos que alimenta no Mar Negro e no Médio Oriente, o regime Biden está em guerra com o seu próprio país. E o sinistro discurso sobre o estado da União que o Presidente proferiu no Congresso na quinta-feira é disso evidência material.

Sondagem de amostra global revela que os cidadãos de regimes “democráticos” não se sentem representados pelos políticos que elegem.

Outra notícia que não surpreende ninguém: uma sondagem de amostra global revelou que a maioria dos cidadãos das "democracias" consideram que os políticos que elegem não representam de todo os seus interesses.

Cidadão britânico condenado a dois anos de prisão por distribuir autocolantes com slogans dissidentes.

Enquanto Sunak afirmava que a extrema-direita ameaça a democracia porque um activista de extrema-esquerda foi eleito para o Parlamento britânico, um cidadão foi condenado a 2 anos de prisão pelo crime de distribuir autocolantes com mensagens dissidentes.

Primárias nos EUA: Trump domina a Super Tuesday e é agora o único candidato republicano às presidenciais de Novembro.

Depois de vencer em 14 dos 15 estados da Super Terça-Feira, Trump acabou com a candidatura de Nikki Haley, que de qualquer forma só tinha chegado até aqui com os milhões do establishment e com a batota de democratas a votarem nas primárias do Partido Republicano.

Supremo Tribunal anula por unanimidade a decisão do Colorado que impedia Donald Trump de participar em eleições.

O Supremo Tribunal dos EUA anulou unanimemente a decisão do estado do Colorado de interditar o concurso eleitoral de Donald Trump. A decisão afecta intenções análogas de outros estados da federação americana.

Representantes democratas dizem que não vão certificar eventual vitória nas urnas de Donald Trump.

Sendo que nas eleições de Novembro os democratas podem conseguir uma maioria na Câmara dos Representantes, é séria a probabilidade de que o Congresso não certifique a vitória de Donald Trump e acabe por colocar na Casa Branca um presidente não eleito.

Jornalista que investigou os acontecimentos de 6 de Janeiro foi detido e algemado pelo FBI.

Steve Baker foi detido, algemado e acusado de várias contraordenações por ter ousado investigar a fundo os acontecimentos de 6 de Janeiro. Fazer jornalismo independente é agora um crime nos Estados Unidos da América.

Tirania Federal do Canadá:
Novo projecto-lei do regime Trudeau prevê prisão perpétua para “discurso de ódio”.

É capaz de ser difícil encontrar, na longa história dos regimes totalitários, uma lei que proponha a prisão perpétua para crimes de opinião. Mas Trudeau é vil quanto baste para ser pioneiro em toda a espécie de fascismos.

Juíza do condado de Cook ordena que Trump seja retirado do boletim de voto no estado de Illinois.

Mais uma decisão judicial que pretende impedir Donald Trump de particiapr em eleições: desta vez, foi uma juíza de Illinois que ordenou a remoção da sua candidatura dos boletins de voto.

Os Países Baixos ainda não têm governo, apesar de Wilders ter feito grandes concessões para conseguir uma coligação viável.

As tentativas de Geert Wilders para formar governo falharam, apesar do vencedor das eleições ter feito concessões significativas a potenciais parceiros de coligação. Não é só em Portugal que as elites políticas são alérgicas aos partidos populistas.

Duas razões fundamentais que fazem dos cristãos um alvo preferencial do regime Biden.

Porque exalta valores morais que libertam o ser humano do jugo material do mundo, a fé cristã é um problema para todo e qualquer projecto totalitário. E o regime Biden percebe essa ameaça, projectando nos crentes a sua própria vilania.

Serviços secretos ucranianos tentaram assassinar Tucker Carlson em Moscovo.

Os serviços secretos ucranianos contrataram um "assassino profissional" para assassinar Tucker Carlson, enquanto este esteve em Moscovo para entrevistar Vladimir Putin. O atentado foi impedido pelas forças de antiterrorismo russas.

Primárias nos EUA: Nikky Haley é humilhada no seu próprio estado, mas recusa abandonar a corrida.

Nikki Haley voltou a ser cilindrada por Donald Trump, nas primárias do estado de que até já foi governadora. Mas diz que não desiste. Graças ao financiamento que recolhe do establishment, pode ir de humilhação em humilhação até à derrota final.

Sérgio Tavares detido pela Gestapo de Lula da Silva, em S. Paulo.

O jornalista português independente Sérgio Tavares, foi detido ontem, à chegada ao aeroporto de S. Paulo, no Brasil, pelo crime de fazer jornalismo. Foi liberto depois de 4 horas de interrogatório sobre as suas opiniões políticas.

Departamento de Justiça dos EUA prende informador do FBI que acusou Joe Biden de aceitar subornos de uma energética ucraniana.

O Departamento de Justiça dos EUA prendeu um informador do FBI que denunciou os esquemas de corrupção da família Biden. Se alguém tinha dúvidas sobre a república das bananas em que se transformou a federação americana, talvez agora as perca.

EUA: Censores que manipularam as eleições de 2020, estão agora a trabalhar para corromper as eleições de 2024.

A bombástica entrevista de Tucker Carlson a Mike Benz, um perito no complexo industrial de censura, serve de sério aviso sobre a guerra aberta que o governo federal americano trava contra as liberdades e os direitos dos cidadãos no Ocidente.

Conferência de Segurança de Munique: Migração em massa é mais preocupante que a Rússia.

De acordo com um estudo realizado no contexto da Conferência de Segurança de Munique, a migração em massa é a principal preocupação dos cidadãos dos países do G7. Mas não dos políticos que os lideram, que continuam a insistir na fraude da ameaça Russa.

Município de São Francisco paga a criminosos para não dispararem sobre as pessoas.

Mais uma ideia luminosa do aparelho radical democrata: a cidade de São Francisco está a pagar 300 dólares por mês a criminosos para que não matem pessoas a tiro de bala.

Tirania Federal do Canadá: Serviços secretos espiam os cidadãos que se opõem a mudanças de sexo em crianças.

A Gestapo de Trudeau está a vigiar os pais que se opõem à ideologia de género, justificando a abominação com o relatório minoritário de que esses cidadãos podem vir a cometer actos violentos contra activistas LGBT. São terroristas por suposição.

Que grande ideia: representante Anna Paulina Luna propõe lei que obriga legisladores de Washington a lutarem nas guerras que autorizam.

A representante republicana Anna Paulina Luna anunciou uma proposta de lei genial, de autêntico espírito populista, que obriga qualquer membro do Congresso que apoie o envio de tropas americanas para combater na Ucrânia a juntar-se a elas na linha da frente.

Bomba: Serviços secretos de Obama recrutaram agentes estrangeiros para espiar a campanha de Trump em 2016.

A Comunidade de Inteligência dos Estados Unidos recrutou os seus aliados estrangeiros para espiar a campanha de Donald Trump em 2016. Será talvez escusado referir que a iniciativa é ilegal ao abrigo da lei dos EUA.

Scholz imita Trudeau, ameaçando a dissidência política: “queremos privá-los dos seus rendimentos.”

O regime Scholz anunciou uma iniciativa legislativa digna dos pergaminhos totalitários de Trudeau, que vai permitir ao governo congelar contas bancárias de dissidentes que sejam vistos como uma ameaça. Está aberta a caixa de Pandora para a perseguição política na Alemanha.

Enquanto democratas entram em pânico com o estado mental de Joe Biden, Kamala Harris declara: “Estou pronta para servir!”

Numa manifestação recordista de lealdade institucional, Kamala Harris já está em pulgas e bicos dos pés para substituir o seu chefe demente, afirmando-se "pronta para servir". Considerando as suas capacidades intelectuais, que Deus nos guarde de tal sorte.

Mafia do Capitólio tenta fazer passar um Projecto-lei de financiamento da Ucrânia que torna a paz ilegal.

Mais uma vilania do pântano de Washington: as disposições do projecto-lei de financiamento suplementar da Ucrânia implicam um processo de destituição de qualquer futuro presidente que procure a paz para o conflito na Ucrânia.

Sondagem: Quase 90% dos americanos acha que Joe Biden não está apto a cumprir o seu cargo.

Enquanto Joe Biden gasta milhões num anúncio transmitido durante a Super Bowl para se queixar do tamanho das porções dos gelados, uma sondagem da ABC News revelou que quase 90% dos americanos pensa que ele não está apto para servir como Presidente.

Giorgia Meloni convence Orbán a apoior a Ucrânia e é por esta altura a estrela em ascensão do globalismo totalitário de Bruxelas.

Depois de trair o seu mandato eleitoral em todas as dimensões possíveis e imagináveis, Meloni está agora a trabalhar activamente para moderar os instintos conservadores e populistas de outros líderes europeus.

Coordenador do Partido Democrata acusado de fraude eleitoral.

Um coordenador do Partido Democrata foi detido por fraude eleitoral, quando se acumulam provas de que as eleições nos EUA são tudo menos fidedignas. Ainda assim, os republicanos partem para as presidenciais de Novembro como se a batota de 2020 não tivesse acontecido.

Agricultores europeus levam UE a ceder em várias frentes.

Os protestos dos agricultores e o ciclo eleitoral estão a obrigar os globalistas europeus a recuar nas suas políticas radicais. Mas ninguém nos garante que, caso sobrevivam às eleições, não voltem ao programa de destruição a que são tão dedicados.

Biden não vai ser acusado de tratamento incorrecto de documentos classificados porque… Está senil.

A senilidade de Joe Biden é de tal forma flagrante que o procurador nomeado para o acusar de tratamento incorrecto de documentos confidenciais considerou-o inimputável. E as recentes declarações do Presidente dos EUA só reforçam essa conclusão.

Carlson entrevista Putin: 1200 anos de história numa conversa de duas horas.

Numa entrevista que durou para cima de duas horas, Vladimir Putin pareceu preocupado em explicar ao Ocidente as razões históricas pelas quais se viu compelido a desencadear a operação militar na Ucrânia, e em responsabilizar o Ocidente pelo conflito.

Geert Wilders: Os Países Baixos estão a tornar-se num “inferno na terra” com a imigração em massa.

Wilders ainda não conseguiu formar governo, mas mantém intactas as ideias que o levaram à vitória eleitoral, não mostrando medo de falar em substituição demográfica, nem de prever um cenário infernal, se as políticas de imigração não forem corrigidas.

Fascistas da União Europeia: Tucker Carlson deve ser sujeito a sanções pelo crime de jornalismo.

Como acontece com qualquer regime totalitário, o conceito de jornalismo da União Europeia é o da propagação, sem reticências, das narrativas convenientes à sua agenda. E quando alguém manifesta dissidência sobre esse pressuposto, terá que ser "sancionado".

Agricultores polacos juntam-se à revolta contra as políticas da União Europeia.

Os agricultores polacos vão juntar-se à revolta europeia contra a UE, lançando uma greve e um bloqueio massivo a nível nacional no final desta semana. entretanto em França, um agricultor suicida-se a cada 48 horas.

Globalista Nikki Haley acaba de perder uma primária do Partido Republicano em que concorria contra… Ninguém.

Mesmo contra candidato nenhum, a globalista Nikki Haley conseguiu perder as primárias do Nevada por 22.000 votos, já que uma larga maioria de republicanos (60%) optou por votar em "Nenhum destes candidatos".

Potenciais jurados de Washington D.C. dizem que ‘Trump deve ser detido a todo o custo’, sugerindo a impossibilidade de um justo julgamento.

Como se não bastasse a juíza radical de esquerda que lhe calhou em sorte, entre os potencias jurados do julgamento em que Trump responderá por acusações de conspiração relacionadas com o motim de 6 de Janeiro, 80% acham que ele é culpado e deve ser preso.

Marinha do Reino Unido desvia oficiais em “funções-chave” para tarefas de “diversidade e inclusão”.

A imaginária ameaça russa e a factual escassez de quadros não impede as forças armadas britânicas da sua missão mais importante: fomentar a diversidade, a equidade e a inclusão. Nem que para isso fiquem os porta-aviões na doca, sem gente para os tripular.

EUA: Projecto-Lei de “segurança fronteiriça” entrega milhares de milhões à Ucrânia e a Israel e zero dólares para reforçar a fronteira com o México.

O senado americano apresentou a sua "lei de fronteira", que é generosa para com a integridade dos territórios ucraniano e israelita, mas avarenta no que respeita à protecção das próprias fronteiras. O que vale é que dificilmente passará na Câmara dos Representantes.

Elogio e Mal Dizer de André Ventura.

O Ventura, que na verdade até é um gajo que não interessa a ninguém, soma votos e virtudes ao ritmo a que o Presidente da República soma vergonhas de baixo populismo. E comparado com o Santos Silva, é um herói libertário.

Putin diz que as eleições americanas foram corrompidas por boletins de voto “comprados por 10 dólares”.

"As eleições anteriores nos EUA foram falsificadas através do voto por correspondência. Compravam boletins de voto por 10 dólares, preenchiam-nos e atiravam-nos para as caixas de correio sem supervisão de observadores." Não anda o czar muito longe da verdade.

Fascismo sobre o discurso: Deputado flamengo do Parlamento Europeu investigado por afirmar que política de migração da UE é “repovoamento”.

O Parlamento da União Europeia das Repúblicas Socialistas Soviéticas não perde uma oportunidade para forçar a tirania, e pelo simples facto de ter falado em "repovoamento", o deputado flamengo Tom Vandendriessche está a ser investigado pela gestapo de Estrasburgo.

União Europeia está a preparar-se para sabotar a economia da Hungria, por causa da Ucrânia.

A União Europeia elaborou um plano para sabotar a economia húngara caso Viktor Orbán vete o pacote de ajuda à Ucrânia de dezenas de milhares de milhões de euros. A língua portuguesa não tem léxico para retratar convenientemente esta vilania.

Maioria dos eleitores canadianos acha que Adolfo Trudeau deve demitir-se antes de terminado o seu mandato.

Mesmo os canadianos, cujo DNA tem uma incidência bovina muito acima da média da espécie Sapiens, estão a começar a ficar fartinhos de Justin Trudeau. Isso não quer dizer porém, que deixem de votar nele. A tirania é uma droga dura para os liberais contemporâneos.

Globalistas em pânico:
relatório de Conselho Europeu de Relações Exteriores alerta para triunfo populista em 2024.

É sempre bom sabermos que o inimigo nos teme. E os apparatchiks de Bruxelas estão nitidamente a viver atormentados pelo simples facto de 2024 ser um ano de eleições. Excelente.

Equipa da campanha eleitoral de Kamala Harris: ‘Esta mulher não deve ser presidente’.

Qualquer pessoa que não careça de tratamento psiquiátrico já tinha percebido que a actual vice-presidente dos EUA é destituída de qualidades, mas são agora os próprios membros do seu staff que desaconselham a sua promoção ao mais alto cargo da federação.

Agricultores em protesto por toda a Europa, numa revolta que ameaça as políticas ‘net zero’ da UE.

Os protestos que estão a varrer o continente seguem o exemplo das manifestações dos agricultores nos Países Baixos, que tiveram um êxito retumbante nas urnas. Circula agora um "vento de pânico" nos corredores do poder em Bruxelas, Paris e Berlim.

Texas desobedece ao Supremo Tribunal e está em guerra aberta com o regime Biden, a propósito da fronteira com o México.

O Texas e o regime Biden travam neste momento um perigoso braço de ferro sobre a fronteira com o México. Há inclusivamente tropas estaduais e federais no terreno que rapidamente se podem envolver num conflito explosivo. Guerra Civil 2.0?

Ex-agente da CIA sugere interferência da agência nas eleições de 2024.

Em entrevista à Fox News, John Gentry, professor da Universidade de Georgetown e antigo analista da CIA, alertou para o facto da politização da comunidade dos serviços secretos conduzir inevitavelmente a interferências nos actos eleitorais nos EUA.

Unipartido: Líder republicano apanhado a tentar subornar a populista Kari Lake para não se candidatar ao Senado.

Jeff DeWit, presidente do Partido Republicano do Arizona, foi apanhado numa gravação secreta a tentar subornar a populista Kari Lake para não se candidatar ao Senado dos Estados Unidos. Mais um exemplo flagrante de que em Washington reina o Unipartido.

Chefe da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras diz que nada pode parar a imigração.

Hans Leijtens, o director da agência que guarda as fronteiras da UE, diz que não há nada que possa fazer para guardá-las. E em vez de se demitir, por ser incapaz de cumprir as suas funções, diz que é preciso "mudar a narrativa". Convenhamos: Isto dá vontade de gritos.

Tribunal Federal canadiano declara inconstitucional o uso que Trudeau fez da Lei de Emergências para esmagar o ‘Comboio da Liberdade’.

Por uma vez, um organismo judicial da Tirania Federal do Canadá levantou a voz para contrariar o ditador de serviço. Vale a pensa saborear este momento, que é raro, se bem que inconsequente.

A cimeira WEF 2024 em cinco minutos: censura, inteligência artificial e medo (do homem cor de laranja).

A cimeira WEF deste ano não podia ser mais transparente sobre a sua filosofia totalitária, dando prioridade à "desinformação", às tecnologias de inteligência artificial e aos receios de que as democracias funcionem em favor dos interesses dos povos.

União Europeia: “A migração legal funciona muito bem, mas não é suficiente.”

As infindas multidões de alienígenas que entram na Europa em cada ano (3,5 milhões em 2023), não são nunca suficientes para os destruidores de mundos que habitam os corredores do poder em Bruxelas.

Donald Trump vence primárias de New Hampshire. Mesmo com democratas a votar Nikky Haley.

Salvo um qualquer fenómeno sobrenatural, Trump será o candidato republicano às presidenciais de Novembro. Mas indícios de que o processo eleitoral está já a ser viciado foram evidentes em New Hampshire, com democratas a votarem em primárias republicanas.

Ray Epps, o informador do FBI que confessou ter orquestrado o 6 de Janeiro, condenado a apenas um ano de liberdade condicional e multa de 500 dólares.

A evidência de que Ray Epps era de facto um agitador infiltrado pelo FBI no motim de 6 de Janeiro é a ligeiríssima sentença que lhe foi aplicada, quando comparada com as penas aplicadas a outros manifestantes condenados pela invasão do Capitólio.

Tirania em curso na Polónia: Novo vice-ministro da Justiça anuncia leis que proíbem o “discurso de ódio”.

Krzysztof Śmiszek, o recém empossado vice-ministro da Justiça da Polónia e conhecido activista LGBT, anunciou esta semana um pacote legislativo que proíbe o "discurso de ódio". A Polónia é agora um verdadeiro manual de normas do neoliberalismo globalista.

Alemanha: Rebelião dos agricultores força o governo a negociar.

A rebelião dos agricultores alemães contra aumentos de impostos e cortes de subsídios paralisou o país e obrigou o governo a sentar-se à mesa das negociações. Uma demonstração de força populista, num país desgovernado por globalistas.

Ron DeSantis desistiu das primárias do Partido Republicano.
O que é que correu mal?

9 meses de reveses e muitas centenas de milhões de dólares depois de ter anunciado a sua candidatura às primárias do Partido Republicano, Ron DeSantis sai de cena com o rabo entre as pernas. O que é que correu mal?

1 em cada 3 americanos acha que Biden é um presidente “ilegítimo”, incluindo 1 em cada 10 democratas e 70% dos republicanos.

A Casa Branca está embrulhada num ciclo de más notícias que parece não ter fim. Até o Washington Post já divulga sondagens onde percebemos que um terço dos americanos - e 10% dos democratas - consideram Joe Biden um presidente ilegítimo.

Alexandr Dugin apela à revolução populista no Ocidente.

O filósofo russo postou no X um apelo aos povos do Ocidente para que "derrubem o poder dos usurpadores por meios revolucionários." O Contra publica uma tradução livre para português.

Antigo funcionário do Departamento de Estado americano avisa que o Pentágono vai sabotar a presidência de Trump, caso seja eleito.

Um antigo funcionário do Departamento de Estado alertou para o facto de agentes do deep state e elementos das forças armadas estarem a planear um programa de sabotagem da presidência de Trump, caso este ganhe as eleições deste ano.

Equipa da campanha presidencial de Biden em revolta, exige pressão sobre Israel para cessar-fogo e libertação de prisioneiros.

O staff da campanha presidencial de Biden critica a posição moral da Casa Branca em relação ao conflito do Médio Oriente, sugerindo que as políticas pró-israelitas do regime Biden podem deitar tudo a perder nas eleições de 2024.

Von der Leyen tenta bater em Davos o recorde mundial da infâmia.

No seu palco preferido, a reunião anual do WEF, von der Leyen apelou a um esforço corporativo que intensifique a censura sobre qualquer voz independente. Porque a desinformação é o maior dos males do mundo. Até Joseph Goebbels coraria de vergonha.