Thomas Jefferson (1743 – 1826) foi o terceiro presidente dos Estados Unidos (1801-1809) e o principal autor da Declaração de Independência (1776). Jefferson foi um dos mais influentes Founding Fathers (os “Pais Fundadores” da nação), conhecido pela promoção dos ideais republicanos e federais nos Estados Unidos. Visualizava o país como a força por trás de um grande “Império de Liberdade” que poderia combater o imperialismo britânico. Entre os eventos de destaque da história americana que ocorreram durante sua presidência estão a Compra da Louisiana (1803) e a Expedição de Lewis e Clark (1804-1806), bem como a escalada das tensões entre a Grã-Bretanha e a França, que levaram à guerra com o Império Britânico em 1812, ano em que deixou o cargo.

Como filósofo político, Jefferson foi um homem do Iluminismo, que privilegiava os direitos dos estados e um governo federal rigorosamente controlado. Apoiava a separação entre a Igreja e o Estado e foi o autor do Estatuto da Virgínia para a Liberdade Religiosa (1779, 1786). Foi co-fundador e líder do Partido Democrata-Republicano, que dominou a política dos Estados Unidos por 25 anos. Jefferson serviu como governador da Virgínia durante um período de guerra (1779-1781), foi o primeiro secretário de Estado dos Estados Unidos (1789-1793) e segundo vice-presidente dos Estados Unidos (1797-1801).

Como presidente, defendeu os interesses comerciais e marítimos da nação contra a pirataria e as agressivas políticas comerciais britânicas. Promoveu uma política expansionista para o Oeste, organizando a Compra da Luisiana que, de uma vez só, dobrou o tamanho do país. Para abrir espaço para a migração de pessoas para o Oeste, Jefferson desenvolveu um controverso processo de remoção das tribos indígenas dos novos territórios adquiridos. Na política externa, procurou negociar a paz com a França, reduzindo as tensões. A sua administração diminuiu o orçamento e a dimensão das forças militares disponíveis para o governo federal. Jefferson foi reeleito em 1804 com facilidade. No seu segundo mandato, contudo, enfrentou muitas dificuldades ao nível interno, incluindo o julgamento do ex-vice presidente Aaron Burr. Em 1807, o comércio externo americano foi afectado quando Jefferson implementou a Lei de Embargo em resposta às ameaças britânicas ao transporte marítimo dos Estados Unidos. No mesmo ano, Jefferson assinou uma lei que proibia a importação de escravos do exterior.

Um intelectual profícuo em várias áreas do conhecimento científico e das artes, Jefferson destacou-se como horticultor, líder político, arquitecto, arqueólogo, paleontólogo, músico, inventor e fundador da Universidade da Virgínia. Quando o presidente John F. Kennedy recebeu 49 vencedores do Prémio Nobel na Casa Branca, em 1962, declarou:

“Acredito que esta é a mais extraordinária reunião de talento e conhecimento humano que já foi reunida na Casa Branca– com a possível exceção de quando Thomas Jefferson aqui jantava sozinho”.

Jefferson é o único presidente americano a ter servido dois mandatos completos no cargo sem ter vetado um único projecto de lei do Congresso. Fica para a história como um dos mais ilustres presidentes americanos.